Como sair das dívidas e ter finanças prósperas?

Não sabe como sair da dívida e por onde começar? Saiba como acabar com o maior inimigo para alcançar a liberdade financeira.

Este artigo é dedicado a todos aqueles que, por várias razões, caíram em uma espiral de dívidas e estão ansiosos por mudar sua situação atual. A liquidação das dívidas não acontece da noite para o dia, mas é definitivamente possível.

Para ter finanças próprias é essencial definir regras claras, criar um plano de ação, começar a implementá-lo e seguir o roteiro escolhido rumo aos seus objetivos pessoais. O prêmio ao final desse caminho é grande, livre de ônus financeiro!

Como sair das dívidas e ter prosperidade em suas finanças

Por onde começar? Em primeiro lugar, você deve compreender a gravidade do caso. A dívida é o maior e implacável inimigo no caminho para a liberdade financeira. Nada mais é tão eficaz, para privar tão rapidamente, o dinheiro de nossos bolsos, além disso, muitas pendências deixam o nome sujo e restrições no CPF.

Confira a seguir quais os principais passos para sair das dívidas e ter prosperidade em suas finanças:

Identifique seu inimigo

Em primeiro lugar, você precisa identificar seu inimigo com detalhes. Para fazer isso, procure em sua casa todos os documentos relacionados aos seus empréstimos; leve em mãos todos os cartões e todos os contratos de crédito.

Anote os dados mais importantes sobre suas dívidas em um só lugar (você pode fazer isso em uma folha de papel).

Ao lado de cada dívida, você também pode adicionar seus comentários. O importante por enquanto é que você preencha as informações sobre todas as suas dívidas em um só lugar. Desta forma, você descobrirá onde está e o que o ajudará a quitá-las e evitá-las.

Não solicite mais empréstimos ou dinheiro emprestado

Chega de empréstimos bancários, usando limites no cartão de crédito e empréstimos de amigos.

Ao quitar uma dívida fazendo outra, você fica cada vez mais preso em uma bola de neve que só aumenta. É preciso eliminar a origem do problema!

Você tem um cartão de crédito? Pegue a tesoura e corte! Embora possa ser uma decisão difícil, é para o seu próprio bem. Você não precisa desses cartões na carteira. Sei que é uma decisão radical, mas situações extremas precisam de medidas radicais.

Além disso, o cartão de crédito não é uma boa ferramenta nas mãos de pessoas endividadas. Se você quer sair da dívida, não hesite e corte! Você verá que isso o fará se sentir melhor.

Leia também: Carteira administrada uma das melhores opções de investimento

Crie seu fundo de emergência

Sua próxima tarefa é economizar algum dinheiro e criar seu fundo de emergência. Comece com um fundo baixo, mesmo que tenha pouco dinheiro, pois o hábito de poupar deve ser cultivado, ou seja, tem apenas 10 reais, poupe.

Caso contrário, na primeira oportunidade, quando estiver em uma situação de emergência (sua geladeira foi danificada), começará a pedir um novo empréstimo. Isso é o que queremos evitar.

É necessário que você dependa do seu próprio dinheiro e não de atalhos como o limite especial.

Corte despesas até o último

Pessoas que conseguiram sair do endividamento indicam que a criação e gestão do seu orçamento foi um dos elementos mais importantes para ter sucesso. Por que isso é tão importante? Com a ajuda do orçamento, você decide para onde vai o seu dinheiro e em quais categorias de despesas você pode buscar economias.

É hora de eliminar todas as despesas desnecessárias. O que você realmente precisa para sobreviver se limita a: comida e bebida, remédios, pagamento de coisas e os custos associados ao desempenho de seu trabalho. “Estas são as suas necessidades.”

Por sua vez, despesas com doces, alimentação fora de casa, viagens de fim de semana são exemplos de custos que você deve limitar, são ótimas para nosso entretenimento, mas gastos sem controle terminam em dívidas. Além disso, nada acontece de ruim acontece, se por algum tempo, você não trocar de TV, celular, ou se não comprar roupas novas.

Venda tudo que você não precisa

Uma das maneiras de obter dinheiro adicional é vender as coisas de sua casa. Cada um de nós se apega às coisas que já possui, mas olhe para isso de outro ponto de vista – são apenas coisas e se você as trocar por dinheiro, pode obter algo muito mais valioso – uma vida sem dívidas!

O que você deve ter em mente ao vender? Venda tudo o que não é necessário para viver e as coisas que você não usa para trabalhar e ganhar dinheiro. Podem ser: livros, móveis, tablet, laptop, televisão, joias, roupas; tudo que tem valor.

Você pode criar uma conta, em um ou mais plataformas online, dedicada à venda de itens, por exemplo: Mercado Livre ou OLX, grupos do Facebook, etc.

Encontre lugares onde comprem itens usados ​, além disso, você pode organizar uma feira ou venda de garagem.

Aumente sua receita

Se tudo isso não bastar, então você precisa aumentar sua receita, não há outra opção! Você trabalha 40 horas por semana? A partir de agora, você terá que trabalhar muito mais.

Faça hora extra, peça ao seu chefe empregos adicionais e aos seus amigos se eles sabem sobre atividades adicionais que são pagas. Aceite um emprego de meio período ou um emprego extra, faça trabalhos como freelancer usando o conhecimento que possui, como textos online, administração de redes sociais, etc.

Crie um plano de ação

Chegou a hora de estabelecer a ordem de pagamento de suas dívidas. Seu objetivo é criar um plano que acompanhe seu progresso na luta contra seu inimigo e, por outro lado, te motive a continuar depois.

O plano deve iniciar com o pagamento das dívidas que têm a maior taxa de juros e, portanto, minimizamos o valor total dos juros pagos. Então, depois fazemos o pagamento das dívidas menores.

É importante evitar ao máximo o pagamento no valor mínimo da fatura, a fim de não demorar ainda mais para quitar as dívidas.

Parece simples, mas quando essas dicas são aplicadas, você acaba adotando hábitos de educação financeira para ter uma vida mais próspera.

Author: bloquedoda&J9$Og$G9

Share This Post On

Envie seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *